Busque por temas

Em alta

Como a Latam aumentou a pluralidade no mercado de aviação

Como a Latam aumentou a pluralidade no mercado de aviação

Após crise na pandemia, empresa passou a olhar para representatividade em pilares como gênero, pessoas com deficiência e questões raciais; gerente de recrutamento e seleção da companhia aérea fala sobre desafios de aumentar pluralidade em mercado marcado por machismo e forte hierarquia

Dia Mundial do Livro: 12 executivos indicam leituras sobre carreira e desenvolvimento

De clássicos como ‘A Arte da Guerra’, a leituras mais contemporâneas, indicações trazem mensagens sobre como alcançar o sucesso na vida pessoal e profissional

Redação
23 de abril de 2024
Leia emminutos
Voltar ao topo

Aqui em Cajuína estamos sempre atentos para trazer boas dicas para inspirar nossos leitores. E, no Dia Mundial do Livro, comemorado nesta terça-feira, 23 de abril, nada mais justo que reunirmos indicações de obras que fizeram a diferença na carreira e na vida pessoal de executivos dos mais variados segmentos. 

Nos parágrafos abaixo, você confere indicações de profissionais de diferentes setores, da saúde ao agro, passando por varejo, farmacêuticas e tecnologia. Esperamos que, ao final desse texto, você saia com pelo menos duas ou três ideias diferentes pra ocupar sua cabeceira ou Kindle nos próximos meses. Afinal de contas, ler é uma excelente forma de ampliarmos nosso repertório e conhecimento do mundo, além de ser uma ótima válvula de escape para quem deseja ficar um tempo fora das redes sociais. Boa leitura!

Organizações Infinitas de Cristiano Kruel, Junior Borneli e Piero Franceschi

Dica de Fabio Battaglia, CEO da Randstad

“Em meio a várias mensagens cruciais para a sobrevivência das empresas a longo prazo, destaco a imprescindível necessidade de capacitar os membros da equipe e investir em seu desenvolvimento para erguer organizações resilientes e flexíveis. Líderes que delegam com maestria, fomentam a autonomia e nutrem o crescimento profissional de seus colaboradores não apenas impulsionam a inovação, mas também promovem a agilidade organizacional. Sou grato por ter sido privilegiado ao longo da minha trajetória profissional por contar com diversos líderes que personificam esses princípios, e me empenho em replicar esse modelo com afinco junto às minhas equipes”.

Empresas Feitas para Vencer, de Jim Collins

Dica de Marino Colpo, CEO da Boa Safra Sementes

“O livro Empresas Feitas para Vencer nos guia de maneira prática a pensar como tornar uma empresa excelente, acima dos padrões, e permanecer desta forma constantemente.  O caminho da construção à ruptura, apresentado pelo autor, desenha passos para tornar a empresa um exemplo fora da curva.  Um dos aspectos mais impactantes do livro foi a identificação de sete características fundamentais que distinguem as empresas ‘boas’ das ‘excelentes’. Collins nos proporciona um roteiro claro de impulsionamento que foi importante para mim na trajetória de crescimento da Boa Safra, especialmente na criação do IPO e nos anos seguintes. Outro conceito determinante para o sucesso apresentado por Collings que aplico na Boa Safra é a ‘liderança de nível 5’, composta por indivíduos humildes, determinados e com foco nos resultados. Essa abordagem inspirou a criação de um modelo de liderança distribuída na Boa Safra, onde o talento e a expertise são valorizados em todos os níveis da organização. Indico a leitura para todos que desejam elevar seus resultados para além da média e se manterem relevantes em um mercado cada dia mais competitivo.”

Outlive: a arte e a ciência de viver mais e melhor, de Peter Attia

Dica de Virgílio Gibbon, CEO da Afya

“O autor, que é médico e cientista, aborda de forma ampla e prática questões sobre saúde física e mental e mergulha em temas como alimentação, atividade física, sono e estresse. O livro traz insights baseados em evidências científicas sobre como alcançar uma vida mais longa e plena, e que tento aplicar diariamente na minha vida. Para mim, saúde é prioridade número um para eu poder me dedicar a minha família e ter uma vida produtiva no trabalho. Como na Afya saúde e bem-estar está no centro da nossa estratégia, sempre recomendo esse livro aos nossos médicos, alunos e colaboradores que desejam desfrutar de uma vida mais saudável e melhor.”

A Arte da Guerra, de Sun Tzu

Dica de Jordan Rizetto, VP de marketing da Herbalife para as Américas Central e do Sul

“O livro é composto por ensinamentos que abordam aspectos diversos da guerra, como planejamento, táticas, terreno, espionagem, liderança, disciplina, etc. Algumas das lições que mais me marcaram foram: ‘conheça a si mesmo e ao seu inimigo e você nunca temerá o resultado de cem batalhas’; ‘a suprema arte da guerra é derrotar o inimigo sem lutar’; ‘o melhor general é aquele que vence sem entrar em combate’; ‘a invencibilidade está na defesa, a possibilidade de vitória está no ataque’; ‘evite o que é forte, ataque o que é fraco’; ‘a oportunidade de uma vitória rápida é criada pelo próprio inimigo’; ‘a guerra é baseada no engano’; ‘se for capaz de confundir o inimigo, ele perderá a cabeça e será derrotado’. Estes são apenas alguns exemplos dos ensinamentos que este livro contém e que me ajudaram a desenvolver uma mentalidade estratégica, analítica e pragmática.”

Coragem para Liderar, de Brené Brown.

Dica de Ronaldo Ribeiro, CEO da Farmax

“Traz a perspectiva de que o ato de liderar não tem a ver com cargo, status ou poder. E, sim, com o reconhecimento do potencial das outras pessoas, o propósito genuíno de construir um futuro melhor e a coragem de fazer isso acontecer. Um belo chamado para os tempos atuais.”

A mentalidade do fundador: A chave para sua empresa enfrentar as crises e continuar vencendo, de Chris Zook e James Allen. 

Dica de Daniel Linhares, diretor executivo de Gente da Localiza&Co

“Esse livro discute como as empresas podem alcançar e manter o crescimento sustentável. Os autores apontam que aquelas que não conseguiram ter sucesso nos negócios, na maioria das vezes, foi por razões internas e crises previsíveis em todas as fases do negócio. A saída para uma gestão eficiente dos desafios é manter a paixão, o comprometimento e a visão que os fundadores têm quando começam suas empresas. Esse espírito é o que impulsiona o crescimento sustentável. Essa abordagem sobre como as empresas ganham escala e mantêm o espírito de dono presente em cada uma das dimensões do negócio tem muita sinergia com a cultura da Localiza&Co, que vem crescendo e preservando a mentalidade de fundador em cada um dos seus líderes.”

Execução: A disciplina de fazer as coisas, de Larry Bossidy, Ram Charan, Charles Burck 

Dica de Alberto Raich, VP e gerente geral da Kellanova Brasil 

“Ser um líder não se trata apenas de ter ideias geniais ou visões grandiosas; trata-se de arregaçar as mangas e torná-las uma realidade. Li pela primeira vez por indicação do CEO da Kellogg, quando eu ainda era um jovem gerente, ansioso para deixar minha marca no mundo corporativo. O livro teve um impacto profundo em minha jornada de liderança. O que me chamou a atenção foi sua mensagem clara sobre a importância de priorizar resultados e enfatizar o processo de execução dentro da organização. São lições atemporais sobre responsabilidade, foco e acompanhamento. Para qualquer líder que busque concretizar suas visões e alcançar resultados tangíveis, este livro é uma leitura indispensável.”

Liderando mudanças: transformando empresas com a força das emoções, de John Kotter

Dica de Daniela Medioli, VP executiva do Grupo SADA

“Vivemos em um mundo de mudanças constantes, assim como os mercados nos quais atuamos. Para me manter atualizada neste cenário de transformações, cultivo sempre o hábito da leitura e acompanho de perto a obra de diversos autores, um deles é John Kotter, professor da Harvard Business School, conhecido internacionalmente como a maior autoridade sobre mudança, negócios e liderança empresarial. Meu livro favorito é Liderando mudanças: transformando empresas com a força das emoções, que indico e costumo presentear a amigos e executivos do Grupo SADA. O autor salienta que trabalho duro, sentido de urgência, bom planejamento e a construção de bases adequadas são essenciais para aumentar as chances de sucesso em um programa de transformação e resiliência organizacional. Para isso, ele propõe um processo de 8 etapas, com base na comunicação, desenvolvimento de uma visão estratégica, empoderamento e estabelecimento de novos métodos na cultura organizacional.” 

Atravessando o Abismo, de Geoffrey A. Moore

Dica de Juliano Tubino, CEO da RD Station

“É um livro que trata dos desafios e caminhos necessários para levar a inovação e a disrupção para as massas. Mesmo eu tendo lido no final dos anos 1990, ainda o considero muito relevante e prático nos dias atuais. Ele se conecta com conceitos de segmentação, nicho, mercado massivo e ciclos rápidos de inovação, temas cada vez mais relevantes nos dias de hoje. Além disso, tive o prazer de participar de um workshop com o próprio autor.”

Ioga, de Emmanuel Carrère

Dica de Lorice Scalise, presidente da Roche Farma Brasil

“O hábito da leitura sempre foi presente na minha vida – essencial para aqueles momentos de pausa e alívio da mente. Nos dias de hoje, com a inteligência artificial e a automatização se consolidando de forma tão ágil e significativa, é também uma prática necessária para estimularmos, cada vez mais, o nosso raciocínio crítico. Na Roche, podemos fazer isso de forma coletiva, em nosso clube do livro, ampliando o  olhar sobre diversidade, equidade e inclusão. O primeiro livro eleito pelo clube foi justamente Ioga, de Emmanuel Carrère, uma obra que discute questões como meditação, depressão, autoconhecimento, relações humanas e saúde mental.”

Comece pelo porquê: Como grandes líderes inspiram pessoas e equipes a agir, de Simon Sinek

Dica de Carlos Martins, presidente da Roche Diagnóstica no Brasil

“Esse livro me inspirou muito como líder e como pessoa. Descobri que, nas organizações, a consequência de começar pelo porquê é que teremos parceiros e clientes mais fidelizados, pessoas mais engajadas e mais clareza no nosso caminho. Mas também é essencial descobrir o porquê em cada um de nós. Por que fazemos aquilo que fazemos? Por que trabalhamos em cuidados e produtos inovadores na área da saúde, por exemplo? Por que levantamos todos os dias? Na vida, há muitas conexões nas escolhas que fazemos. É preciso entender o porquê das organizações e o porquê de cada um de nós e, depois, conectá-los. Quanto mais o nosso porquê individual estiver conectado com o porquê das organizações, haverá muito mais alinhamento e propósito para termos êxito no nosso trabalho e na nossa vida”. 

Pense de novo, de Adam Grant

Dica de Tatiana Mattos, head da BlaBlaCar no Brasil

“Uma aula sobre como exercitar a abertura da mente, sobre a riqueza da dúvida. Imperdível!